Curitiba apresenta relatos sobre segurança do paciente na pandemia em fórum na Suécia

A gerente de Qualidade da Feas Aline Feitosa (à direita) e a farmacêutica Any Caroline Fernandes apresentaram os trabalhos. Foto: Divulgação/Feas

 

Dois relatos de experiência em unidades da Fundação Estatal de Atenção à Saúde (Feas) da Prefeitura de Curitiba foram apresentados nesta quarta-feira (22/6), em Gotemburgo, na Suécia, durante o Fórum Internacional de Qualidade e Segurança do Paciente.

Os trabalhos foram expostos pela gerente do Núcleo de Gestão da Qualidade, Aline Feitosa, e pela farmacêutica Any Caroline Fernandes. Os temas foram “Implantação do Núcleo de Segurança do Paciente em unidades de retaguarda Covid-19” e “Estratégias de implantação das metas de segurança do paciente em hospitais para atendimento de pacientes com Covid-19”.

Para Aline, esta é uma oportunidade única de troca de experiência. “Ter contato com especialistas da qualidade em saúde do mundo inteiro e poder representar os trabalhos da equipe da Qualidade pela Feas é um privilégio”, disse ela. A fundação é vinculada à Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

O processo de elaboração dos resumos para o evento começou no ano passado, por meio de um edital do Centro de Educação e Pesquisa em Saúde da Feas. Os trabalhadores da Feas foram convidados a elaborar resumos e relatos de experiência com o foco na Qualidade e Segurança em saúde.

Ações e participações em eventos tão importantes como esse levam as experiências exitosas do Sistema Único de Saúde (SUS) de Curitiba, por meio da Feas, ao conhecimento da comunidade internacional.

Evento

O Fórum Internacional de Qualidade e Segurança do Paciente é realizado desde 1996 e considerado uma das maiores conferências internacionais focadas em impulsionar a melhoria da qualidade da saúde e da assistência e a segurança do paciente.